Equipe do Centro de Memória do TRE-PE faz visita técnica ao Memorial de Justiça do TJPE

A comissão do Centro de Memória da Justiça Eleitoral de Pernambuco (CEMEL), representada por pelos servidores Liziane Maggi e Gilvan Mendonça e pelos estagiários Amanda Franca e Heribaldo Lopes, realizou visita técnica, na última sexta (04) ao Memorial da Justiça de Pernambuco, do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE).

Visita de equipe do CEMEL do TRE-PE ao TJPE

A comissão do Centro de Memória da Justiça Eleitoral de Pernambuco (CEMEL), representada pelos servidores Liziane Maggi e Gilvan Mendonça e pelos estagiários Amanda Franca e Heribaldo Lopes, realizou visita técnica, na última sexta (04) ao Memorial da Justiça de Pernambuco, do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE).

A visita teve o objetivo de levantar informações relativas a ações de conservação e restauração de documentos históricos realizadas pelo TJPE, além de observar dados relativos ao projeto Memorial Digital em andamento, daquele Tribunal.

A ação possibilitou à equipe do TRE-PE analisar o processo de manuseio e preservação documental, de higienização e velatura (método de restauração e reforço de documentos), entre outros. O Memorial Digital do Tribunal de Justiça de Pernambuco foi desenvolvido com as finalidades de digitalizar, preservar e disponibilizar via internet o acervo documental do Poder Judiciário Pernambucano. O projeto, financiado pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura), conta com o apoio do presidente do TJPE, des. Leopoldo Raposo, e suporte da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC). Estima-se que em janeiro de 2018, pesquisadores de todo país e do mundo, tenham acesso ao acervo do Justiça pernambucana.

A equipe do CEMEL do TRE-PE estuda a melhor forma de inserir a mesma tecnologia no Tribunal, de modo a facilitar a busca, pelos interessados, de dados sobre a história eleitoral do Estado.

“Espero que os pesquisadores, interessados no processo eleitoral brasileiro, tenham uma nova ferramenta e que esta possa auxiliá-los em seus trabalhos. Possibilitar acesso a informação a todos os pesquisadores em qualquer lugar do mundo, é o que eu desejo”, assegurou Liziane Maggi.

Últimas notícias postadas

Recentes