Desembargador Edilson Nobre toma posse no TRE-PE

Novo integrante do Pleno assumiu nesta segunda-feira (8/4) e se disse honrado em servir à Justiça Eleitoral

Desembargador Edilson Nobre toma posse no TRE-PE
Fotos: Roberta Mariz

O desembargador federal Edilson Pereira Nobre Júnior tomou posse, na manhã desta segunda-feira (8/4), como membro da Corte do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

O magistrado ocupará o lugar deixado pelo seu colega desembargador federal Vladimir Carvalho, que, na semana passada, assumiu a Presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).

A cerimônia de posse foi rápida. Após ser conduzido pelos desembargadores eleitorais Erika de Barros Ferraz e Júlio Oliveira para o plenário, o novo membro da Corte fez o juramento de posse e logo depois recebeu o botton da Justiça Eleitoral das mãos do presidente do TRE-PE, desembargador Agenor Ferreira de Lima Filho. Coube ao presidente dar as boas vindas.

"Quero dar as boas vindas a vossa excelência, que assume agora um lugar neste seleto colegiado que tanto nos honra. Sua presença, certamente, contribuirá muito não apenas para a Justiça Eleitoral, mas também para todos os jurisdicionados de Pernambuco. Aqui o senhor terá calor humano e poderá contar com todos os magistrados e servidores", disse o desembargador Agenor Ferreira de Lima Filho, que também destacou a honra de ter integrado a Corte com o desembargador Vladimir Carvalho.

O desembargador Edilson Nobre agradeceu as palavras do presidente do TRE-PE e destacou: "Farei tudo para honrar as tradições desta Casa. Para mim, é uma honra e um prazer servir a este Tribunal. Também sinto uma grande responsabilidade de ocupar o lugar que era do desembargador Vladimir Carvalho", afirmou. O desembargador federal Élio Siqueira também esteve presente e prestigiou a posse do colega de TRF.

Edilson Nobre assume pela segunda vez o cargo na Justiça Eleitoral, pois já ocupou assento na Corte do TRE do Rio Grande do Norte entre 1997 e 1999. É graduado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1986) e fez mestrado (1999) e doutorado (2002) também em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Antes de iniciar sua carreira como juiz federal em 1992, também exerceu outras carreiras na área jurídica: promotor de justiça no MPRN (1988), juiz de direito no TJRN (1988-1991) e procurador da República no MPF (1991-1992). É professor de Direito da UFPE desde 2001. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Administrativo e Constitucional, atuando principalmente nas áreas do direito administrativo, desapropriação, direitos fundamentais, direito do estado, princípio da boa-fé e jurisdição constitucional.

Últimas notícias postadas

Recentes